Filipa Fernandes em entrevista na Antena 1

A investigadora do CAPP Filipa Fernandes foi entrevistada para o programa Portugal em Direto, emitido pela Antena 1 no passado dia 3 de julho, sobre as consequências do crescimento do turismo na cidade de Lisboa.

Filipa Fernandes é a investigadora responsável pelo projeto Turistificação, processos e dinâmicas – O caso de Lisboa, Portugal, em curso no Centro de Administração e Políticas Públicas. O objetivo central é o de analisar os processos de transformação que emergem em locais onde o turismo adquire especial relevância.

No caso da cidade de Lisboa, em entrevista com a Antena 1 (a partir dos 11m57s), a investigadora lembra que as últimas estatísticas do INE mostram que o turismo tem vindo a aumentar - seja ao nível das receitas, do número de dormidas ou na quantidade de propriedades inscritas no Alojamento Local. Assim, "Lisboa está na moda, Lisboa está a crescer, e consequentemente existem alguns efeitos que nós podemos considerar quando temos por referência as comunidades locais, sobretudo as que moram junto dos bairros históricos".

Ainda que reconhecendo a importância do turismo para a economia, Filipa Fernandes identifica um conjunto de efeitos negativos, evidentes nas transformações dos espaços e dinâmicas da cidade que resultam deste tipo de exploração. Seja no desalojamento de residentes, no aumento das rendas ou na falência de negócios, a pressão do turismo reflecte-se através da especulação imobiliária, um pouco por toda a Europa.

Outro processo que decorre a partir daqui é a transformação dos espaços comerciais, que passam a orientar-se para o consumo turístico. A investigadora oferece o exemplo de "mercearias que estão a ser transformadas para fins turísticos, algumas deram lugar a lojas de souvenirs, outras estão a ser transformadas em pequenos bares". Estes espaços ficam assim fora do alcance do poder de compra das populações locais. Segundo a investigadora, "prevê-se que, de facto, o turismo vá aumentar. É fantástico para o nosso país. Contudo há que ter em linha de conta que as cidades são habitadas por pessoas, pessoas que aí residem há muitos anos e que sempre fizeram a sua vida nestes bairros, e como tal, urge olhar para este fenómeno".

   
Filipa Fernandes é doutorada em Turismo (Antropologia do Turismo) pela Universidade de Évora e autora de várias obras, entre as quais Antropologia e Turismo, teorias, métodos e praxis. É Professora Auxiliar no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas e Visiting Academic no Multidimensional Tourism Institute, University of Lapland. Os seus interesses actuais de pesquisa incidem sobre a produção dos imaginários turísticos na Lapónia Finlandesa, e a turistificação e os impactos do turismo na cidade de Lisboa.

Últimas Entradas