Chamada para a 5ª edição do Lisbon International Arctic Workshop and Conference

A quinta edição da Lisbon International Arctic Workshop and Conference irá decorrer no Instituto de Ciências Sociais e Políticas no dia 11 de Dezembro. A chamada para comuicações estará aberta até dia 20 de Novembro.

 

 

GLOBALIZAÇÃO, GEOPOLÍTICA E (GEO)ESTRATÉGIA NO/DO ÁRCTICO:

MUDANÇAS CLIMÁTICAS, INOVAÇÂO E RESILIÊNCIA NO SÉC.XXI

 

Chamada para comunicações: 20 de Novembro

 

A região do Árctico tem sido considerada como um dos espaços geopolíticos e geoestratégicos que merecem atenção especial na agenda política internacional do novo século em que vivemos.

O debate entre os Realistas e os “outros”, incluindo mas não limitados aos teóricos das Ciências da Complexidade e correntes críticas, decorre ainda na comunidade académica por todo o mundo, agora com a região do Árctico e temas relacionados como um novo objeto de estudo.
Com este debate foram introduzidos novos e interessantes argumentos: os Realistas consideram o fator militar, na sua dimensão tradicional, como uma ameaça à região e avisam sobre o potencial para o conflito; outros argumentam sobre a excepcionalidade do Árctico, sendo esta a razão pela qual apenas a cooperação poderá ser considerada uma opção para a região. Tendo este debate presente, uma das principais questões em aberto parece ser, precisamente, se a região do Árctico deverá ser considerada “excepcional” (existe algo como o excepcionalismo Árctico), ou será apenas uma questão de discurso? Estará este excepcionalismo relacionado com questões individuais que envolvem a segurança, recursos, governação, cooperação, resiliência, diplomacia, ... ou resultará esta noção da interação de todos estes elementos e da equação dos mesmos em termos agregados?
De entre outras questões que se tornaram igualmente relevantes para este debate, podemos destacar: qual o sentido de conceitos como Globalização, Geopolítica e (Geo)Estratégia no, do ou para o Ártico? Quais as dimensões que deverão ser consideradas, e a que níveis? Quais são os atores e instituições relevantes? Constituem as mudanças climáticas, a inovação e a resiliência causas, efeitos ou ambas para o alegado “excepcionalismo” da região?

 

As propostas submetidas deverão ser acompanhadas por:

•    Título da comunicação
•    Sumário até 150 palavras
•    Nota biográfica (75 palavras)
•    Afiliação do autor

 

As propostas aprovadas deverão, posteriormente, enviar a comunicação completa. Todas as propostas deverão ser submetidas em Português e Inglês. 

As submissões deverão ser enviadas para os organizadores em Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

Últimas Entradas