Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia

Encontra-se aberto o concurso para a atribuição de 1 (uma) Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT), entre os dias 13 a 24 de Fevereiro de 2017, no âmbito do Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP) do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) da Universidade de Lisboa (ULisboa), Unidade UID/CPO/00713/2013, com o apoio financeiro da FCT/MEC através de fundos nacionais e quando aplicável co-financiado pelo FEDER, no âmbito do novo acordo de parceria PT2020.


Área Científica:
Sociologia

Descrição Geral das atividades previstas:
As atividades previstas são relativas à implementação operacional de um projeto de investigação sobre políticas territoriais e apresentação e desenvolvimento de novos projetos na mesma área no âmbito da relação entre a Escola de Desenvolvimento Local do ISCSP e o Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP).

Requisitos de Admissão:
Licenciatura em Sociologia. Frequência de mestrado em Sociologia. É valorizada a experiência de investigação de terreno e a experiência devidamente comprovada no desenvolvimento de projetos e atividades no âmbito do desenvolvimento local/territorial.

Plano de Trabalhos:
Gestão de um projeto de investigação:

  • Desenvolvimento de todos os contactos necessários e deslocações para a execução atempada e correta de todos os procedimentos relativos à implementação do projeto;
  • Investigação de terreno nas áreas metropolitanas do Porto e Lisboa para a recolha de dados para o projeto. Tratamento dos dados ao nível qualitativo e quantitativo;
  • Elaboração dos relatórios de pesquisa e preparação de processos de disseminação científica (artigos) e disseminação para públicos específicos;
  • Organização e gestão de documentação, incluindo apoio na constituição e manutenção de base de dados da Escola de Desenvolvimento Local do ISCSP no âmbito das políticas territoriais;
  • Preparação de novos projetos e elaboração de propostas a entidades financiadoras;
  • Levantamento de programas e entidades financiadoras nas áreas científicas abrangidas pela Escola de Desenvolvimento Local;
  • Apoio ao estabelecimento de parcerias entre a Escola de Desenvolvimento Local e outras entidades;
  • Apoio à coordenação do desenvolvimento de processos de edição de publicações, periódicas ou não periódicas, desenvolvidas pela EDL em parceria com o CAPP;
  • Apoio logístico à organização de eventos, nacionais e internacionais.

Legislação e regulamento:
Lei nº40/2004, de 18 de Agosto (Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica); Regulamento para Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e Tecnologia, IP – 2015, https://www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT2015.pdf .

Local de Trabalho:
As atividades serão desenvolvidas no Centro de Administração e Políticas Públicas, do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP), sob a orientação científica do Senhor Professor Doutor Paulo Castro Seixas.

Duração da Bolsa:
A bolsa terá a duração de nove meses, com início previsto a 1 de Abril de 2017, eventualmente renovável até ao período máximo previsto no artigo 9º do Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. - 2015.

Valor mensal do subsídio:
O montante da bolsa corresponde a €900, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (www.fct.pt/apoios/bolsas/valores). Ao valor do subsídio mensal acresce o pagamento dos encargos resultantes das contribuições que incidam sobre o primeiro dos escalões referidos no artigo 36º do Decreto-Lei nº 40/89, de 1 de Fevereiro do Seguro Social Voluntário, cuja adesão é da responsabilidade do bolseiro.

Método de seleção:
Os métodos de seleção a utilizar incidirão na avaliação curricular e entrevista. A avaliação curricular será ponderada da seguinte forma:

1. Avaliação Curricular (50%):

    1. Proximidade da área científica de formação do/a candidato/a (20%);
    2. Experiência devidamente comprovada no desenvolvimento de projectos e actividades no âmbito do desenvolvimento local/territorial. O/a candidato/a deve anexar os projetos que já elaborou ou/e desenvolveu (20%);
    3. Experiência devidamente comprovada em investigação de terreno (10%);

2. Entrevista (50%).

Nenhum candidato/a pode ser privilegiado/a, beneficiado/a, prejudicado/a ou privado/a de qualquer direito ou isento/a de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical.

Júri:

  • Professor Doutor Paulo Seixas (Presidente);
  • Professor Doutor Joaquim Croca Caeiro (vogal);
  • Professor Doutor Pedro Goulart (vogal).

Processo de Notificação dos Resultados:
Os resultados finais da avaliação serão publicitados, através de lista ordenada alfabeticamente, afixada em local visível e público do ISCSP, sendo o/a candidato/a aprovado/a notificado/a através de email.

Prazo para o envio de candidaturas e forma de apresentação:
O concurso encontra-se aberto no período de 13 a 24 de Fevereiro de 2017.

As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de carta de candidatura acompanhada dos seguintes documentos: a) Curriculum Vitae; b) Certificado de habilitações e c) documentos comprovativos dos requisitos de admissão bem como dos demais documentos comprovativos considerados relevantes


As candidaturas deverão ser entregues, pessoalmente, durante o período das 9h00-17h00 no Serviço de Expediente do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, no Pólo Universitário do Alto da Ajuda, Rua Almerindo Lessa, 1300-663 Lisboa, ou remetidas por correio na mesma morada, ao cuidado do Gabinete de Apoio à Investigação, no Gabinete 58 do Piso 3.

 

Últimas Entradas