Desenvolvimento sustentável, ética e responsabilidade empresarial

Título do Projeto:
Desenvolvimento sustentável, ética e responsabilidade empresarial

Data de início e de término
2014 a 2018

Investigador Responsável:
Prof. João Simão


Equipa de Investigação:

Nome do Investigador Filiação Institucional
João Simão
CAPP
Débora Pavão CAPP e Universidade Aberta
Fabiana Moniz Universidade Aberta
Filomena Amaral Universidade Aberta
Inês Faria CAPP e Universidade Aberta
Vitor Vilar CAPP e Universidade Aberta
Carlos Pinho CAPP e Universidade Aberta
Rui Colaço Universidade Aberta


Instituições Parceiras:

País Entidade Parceira
Portugal Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Portugal Universidade Aberta

 

Resumo do Projecto:

Em 1987 as Nações Unidas definem desenvolvimento sustentável sugerindo (i) crescimento económico e equidade a longo prazo; (ii) legado ambiental e recursos necessários às gerações futuras; (iii) desenvolvimento social, suprindo as necessidades das populações quanto a trabalho, alimentação, educação, cuidados de saúde, energia, água e saneamento básico. A dificuldade em operacionalizar o conceito (to walk the talk) deve-se, em parte, à existência de múltiplos objetivos (alguns dos quais conflituantes) e interdependências complexas.

Estado e empresas têm uma responsabilidade incontornável para a persecução do desenvolvimento sustentável: os Estados através das políticas públicas (a nível local, nacional, regional e global), e as empresas enquanto unidades produtoras de bens e serviços e consumidoras de recursos. Contudo, estes dois atores têm sido alvo de críticas relacionadas com incapacidade, desinteresse e até boicote ao desenvolvimento sustentável. Uma posição emergente na última década, muito alimentada pelos escândalos financeiros empresariais, consiste em afirmar que o conceito de desenvolvimento sustentável foi capturado pelo sistema económico capitalista, na qual as empresas são as principais interessadas. Assim, “responsabilidade social das empresas” não passaria de mero negócio, de greenwashing e de pós-colonialismo.

Os objetivos do projeto são:

  1. Verificar se as políticas públicas contribuem para o desenvolvimento sustentável, nomeadamente nas práticas de inclusão social, participação dos stakeholders e proteção ambiental;
  2. Compreender como o setor do turismo contribui para o desenvolvimento social e ambiental das regiões;
  3. Confrontar discurso e prática no âmbito das políticas públicas para o desenvolvimento sustentável;
  4. Avaliar o contributo da responsabilidade social das empresas para o desenvolvimento sustentável;
  5. Descrever e analisar discursos comunicacionais de responsabilidade social das empresas;
  6. Analisar o ensino do desenvolvimento sustentável e da ética e responsabilidade social empresarial.

Últimas Entradas