PASSDA - Produção e Arquivo de Dados de Ciências Sociais

Título do Projeto:
PASSDA - Produção e Arquivo de Dados de Ciências Sociais

Data de início e de término
2017 a 2020

Investigador Responsável:
Jorge Manuel Vala Salvador


Equipa de Investigação:

Nome do Investigador Filiação Institucional
Jorge Vala
ICS/ULisboa
Alice Ramos ICS/ULisboa
Pedro Moura Ferreira
ICS/ULisboa
Pedro Magalhães
ICS/ULisboa
Marina Costa Lobo
ICS/ULisboa
José Manuel Mendes
CES/UCoimbra
João Paulo Dias
CES/UCoimbra
Nuno Almeida Alves Instituto Universitário de Lisboa
Rosário Mauritti Instituto Universitário de Lisboa
Anália Torres
ISCSP/ULisboa
Fátima Assunção ISCSP/ULisboa


Instituições Parceiras:

Sigla  Entidade Parceira
ICS Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa
CES Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra
ISCSP Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
IUL Instituto Universitário de Lisboa


Sumário:

A PASSDA articula a componente nacional de duas infraestruturas europeias existentes e nas quais Portugal está integrado: o ESS-ERIC, orientado para a produção de dados sobre comportamentos, atitudes e mudança social; e o CESSDA-ESFRI, orientado para o arquivo de dados de pesquisas científicas internacionais.

- A PASSDA será uma infraestrutura fundamental para intensificar a inovação nomeadamente no que respeita aos estudos comparativos e longitudinais sobre problemas sociais relevantes, e a internacionalização dos cientistas sociais através da sua integração nas principais redes internacionais de ciências sociais relacionadas com a recolha, análise e arquivo de dados (ESS, ISSP, EVS, EES, CESSDA). A integração nestas redes facilita a participação em projetos H2020, o aumento de publicações internacionais e o acesso de utilizadores de outros países a dados recolhidos em Portugal (e.g. para o caso do ESS,95.000 utilizadores).

A PASSDA é uma infraestrutura de acesso aberto: dados nacionais de estudos sociais baseados em métodos de pesquisa rigorosos passarão a ser disponibilizados a académicos e não-académicos. Da mesma forma, dados sobre a realidade nacional em contexto internacional serão também acessíveis a toda a comunidade académica, investigadores e estudantes, e aos decisores políticos e empresariais.

- O ambiente oferecido pela PASSDA irá contribuir para o desenvolvimento metodológico e a inovação nos domínios por ela abrangidos
- Para tornar eficaz a sua ação, esta infraestrutura irá oferecer formação no domínio da produção de dados, dos métodos avançados de análise de dados, e na construção de bases de dados.
- Relacionado com a orientação para o impacto social da infraestrutura, serão promovidas atividades de difusão de resultados para públicos não académicos, incluindo decisores públicos e privados.
- Os objetivos da infraestrutura e as temáticas que aborda correspondem aos principais eixos dos 'desafios societais' do H2020 (e.g. saúde e bem-estar, segurança alimentar; energia; ambiente; sociedades inclusivas, inovadoras e reflexivas); e a alguns dos eixos prioritários da ENEI, especificamente em RLVT e na RC (e.g. saúde e qualidade de vida; agro-alimentar; consumo de água; relação com o ambiente; consumo e conhecimento sobre energia; inovação
territorial).

Com a PASSDA, os cientistas sociais portugueses vão beneficiar de uma infraestrutura que alimentará de forma continuada a sua investigação, promoverá a interdisciplinaridade, o intercâmbio metodológico e a internacionalização, fatores fundamentais para o desenvolvimento do sistema científico e tecnológico nacional. Para atingir estes objetivos as entidades que integram o projeto irão articular as áreas de especialidade por forma a construírem uma infraestrutura coerente e capaz de mobilizar setores significativos dos cientistas sociais portugueses. Esta articulação será realizada através de um plano de gestão integrador da diversidade de valências institucionais.

 

 

Últimas Entradas